Feedbacks: como saber lidar?

0



O tempo todo lidamos com expectativas, prazos de entrega, processos e cobrança por qualidade e melhores resultados. 

Muitas vezes estamos nos esforçando o máximo que podemos e recebemos um feedback do time ou de gestor de algo que não está como esperado, e muitas pessoas sentem-se mal quando isto acontece.

Em um workshop online que eu estava trabalhando, na construção do plano de carreira com centenas de jovens profissionais, 86% deles disseram que se sentem injustiçados quando recebem um feedback de melhora sobre seu trabalho.

Muitas vezes, um feedback é sobre uma atitude ou tarefa específica, não necessariamente sobre seu trabalho como um todo ou você como pessoa.

Isso não quer dizer que receber um feedback é ruim, pelo contrário, pode ser um belo presente! 

É preciso saber separar atitude/opinião de sentimento.

Feedback precisa ser dado de forma inteligente e construtiva

É claro que a falta de responsabilidade, compromisso, honestidade ou integridade demandam feedback e orientação firme e imediata. 

Estes casos são para profissionais desleixados e desinteressados que provavelmente não leem artigos ou conteúdos sobre como melhorar e desenvolver sua carreira ou sua equipe. 

Estamos falando hoje sob uma ótica diferente, de pessoas buscando crescer e dar o seu melhor. 

Neste prisma, muitas pessoas fogem de dar ou receber feedback por acharem uma situação ruim, que estão dando ou recebendo uma bronca ou uma reprimenda 

Para a maioria dos profissionais, é uma situação desagradável que muitas vezes é evitada ou postergada ao máximo.

Agir assim nos faz perder oportunidades incríveis de crescimento.

Feedback é crescimento

O feedback pode ser encarado como um ajuste de rota. 

Dentre todas as responsabilidades e tarefas que somos demandados, há muitas coisas que podemos aprender ou fazer melhor. 

Pode ser encarado com aprendizado e evolução e podemos passar a gostar de recebê-los, pois, se trabalhados de maneira inteligente e construtiva, tornam-se ferramentas poderosíssimas de crescimento.

Não é uma ferramenta de crítica ou reclamação

Se encarado ou usado desta forma, é certo que irá causar desmotivação. Gestores e times podem aprender a utilizar da melhor forma possível com técnica, para assim crescerem seus resultados e suas carreiras.

Sem muitos dramas

Precisamos estar abertos a recebê-los, cuidando da sensibilidade exagerada de não querer receber nenhuma crítica. Este ponto pode atrapalhar e muito. 

Precisamos aprender a não deixar que uma atitude ou acontecimento derrube nossa autoconfiança e autoestima. 

Não somos perfeitos e temos sempre oportunidades de crescimento, podemos abraçá-las e usá-las como degrau para nosso próximo desenvolvimento.

O feedback da perspectiva alinha nossa rota e mostra o que é mais importante para os resultados do time ou da empresa. 

Muitas vezes só faltava uma pecinha para entendermos algo que achávamos ter claro para nos tornarmos ainda melhores.

É importante ter/receber feedback

Se você não recebe, é importante pedir feedback do seu gestor. Não o tempo todo, de forma pedante ou buscando aprovação contínua, mas periodicamente.

Ter conversas estruturadas (e não de elevador) de como está caminhando seu trabalho são importantíssimas, principalmente nestes 3 tópicos:

  •  Em quais áreas está rendendo bem, (é importante sabermos e reforçarmos)
  • Em quais áreas há oportunidades de melhora ou em quais atividades um ajuste de rota é necessário
  • Quais próximos conhecimentos ou competências que devem começar a ser desenvolvidos para evoluir: literalmente um plano de desenvolvimento e próximos passos.

Sempre teremos novos pontos a crescer e se desenvolver. Ter clareza deles é importantíssimo para sua carreira e pessoas mais experientes podem apontar a direção de forma assertiva.

Os melhores profissionais gostam de receber feedback e pedem ativamente para seus gestores. 

Receber respostas superficiais como “está tudo bem”, são pouco efetivas e podem desmotivar estes profissionais. 

Eles estão buscando formas de melhorar, de crescer e evoluir e isto é extremamente importante para uma carreira. 

É uma atitude madura, interessada e motivada por crescimento, que se não for bem trabalhada pelo gestor pode fazer o profissional de altíssimo rendimento buscar uma outra área ou outra empresa. 

Estas pessoas buscam o que querem e trabalham ativamente para o seu desenvolvimento e de suas carreiras, deveríamos nos inspirar nas atitudes delas.

Você precisa aprender a dar feedback

Um feedback organizado, claro e construtivo é digno de um “muito obrigado”. 

Ele orienta, ensina e dá ferramentas para que a pessoa que o recebe possa seguir e caminhar. 

Tem técnica e estrutura para dar feedbacks e muitas vezes a única coisa que falta é aprendê-las.Muitas vezes sofremos ao dar ou receber um feedback para não magoar ou chatear a outra pessoa.

O intuito é sempre ensinar, orientar e desenvolver. Não criticar, repreender ou humilhar.

Sempre deve ser feito em particular, com elementos claros e bem pontuados para que a pessoa tenha os recursos necessários para colocar em prática.

Você precisa aprender a receber feedback

Com a cabeça aberta, entenda como o que está sendo colocado pode se transformar em crescimento para você. Se não está claro, pergunte e questione, com o intuito de entender e aprender. 

Muitos profissionais recebem feedbacks de gestores e outros colegas, mas não entendem exatamente o que fazer com aquilo. Esclareça. Não torne um feedback como a pior coisa do mundo, uma injustiça ou desmotivação. Esta postura dificilmente alavanca seu crescimento.

Dê sempre o seu melhor sempre

Ao final do dia, fazer apenas o que é esperado é meramente cumprir com obrigações. É muito pouco para suas capacidades e seus talentos. 

Procure dar o seu melhor sempre, em tudo o que faz, desde as menores coisas. Caso não esteja no lugar certo, busque o seu lugar, para dar sempre o seu melhor. É recompensador e traz muita satisfação! 

Você está dando o melhor que pode dar hoje?



Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.