Bilionário cripto chinês compra ‘Fort Knox’ da Ásia e entra no mundo de ativos físicos | Criptomoedas


O bilionário cripto chinês Jihan Wu está se expandindo para o espaço de ativos físicos.

A Bitdeer Technologies Holding Co. de Wu gastou 40 milhões de dólares de Cingapura (US$ 28,4 milhões) comprando o Le Freeport, um cofre de segurança máxima em Cingapura, segundo pessoas com conhecimento do assunto que pediram para não serem identificadas porque a transação era privada.

Apelidado de “Fort Knox” da Ásia, Wu adquiriu o repositório de belas artes, pedras preciosas e barras de ouro e prata, de acionistas liderados pelo negociante de arte e fundador suíço Yves Bouvier, disseram as pessoas.

Um representante de Bouvier não quis comentar. Wu confirmou a transação em uma mensagem de texto em resposta a perguntas da Bloomberg News. A compra ocorreu em julho, segundo registros junto ao regulador contábil.

A aquisição de Wu encerra anos de tentativas conturbadas de Bouvier de vender o Freeport, localizado perto do Aeroporto de Changi. Wu é considerado uma das pessoas mais influentes nos mercados de criptomoedas, tendo cofundado a maior mineradora do mundo Bitmain Technologies Ltd.

Wu, que tem residência de longo prazo em Cingapura, renunciou ao controle da empresa com sede em Pequim no início do ano passado.

‘Totalmente comprometido’

O preço que Wu pagou embute um grande desconto em relação aos 100 milhões de dólares de Cingapura que custou para construir a instalação. A Freeport abriu em 2010 com alarde como parte do esforço de Cingapura para atrair colecionadores de luxo, gestores de patrimônio e bancos de negociação de ouro, incluindo J.P. Morgan Chase & Co. e UBS Group AG.

Cerca de três quartos do preço total foram para credores, incluindo o DBS Group Holdings Ltd., de acordo com uma das pessoas. Após pagar dívidas e custos, Bouvier, que detinha 70% da Freeport, recebeu cerca de 5 milhões de dólares de Cingapura com a venda, juntamente com outros acionistas.

Os novos proprietários estão “totalmente comprometidos” em apoiar o Freeport Group com o objetivo de expandir e melhorar as instalações e serviços, de acordo com uma carta assinada pelo CEO da Freeport, Lincoln Ng, para garantir aos usuários que não haverá interrupções.

A Bitdeer é a única acionista da Straitdeer Pte., que por sua vez é proprietária da Asia Freeport Holdings Pte., a entidade que controla a Le Freeport, de acordo com registros do regulador contábil. O Asia Freeport reportou uma perda de 14,3 milhões de dólares de Singapura em 2018, com base na última demonstração financeira disponível publicamente.



Source link

Comments are closed.